Laboratório de Arte Rupestre

A unidade de Arte Rupestre é parte importante do Laboratório de Investigação do Museu de Arte Pré-Histórica e do Sagrado do Vale do Tejo, sediado em Mação. Nos últimos anos tem desenvolvido trabalhos no âmbito do projecto Ruptejo cujo objectivo passa por registar o corpus de arte rupestre do Complexo Rupestre do Vale do Tejo, não apenas quantitativamente mas em termos qualitativos. Os trabalhos partiram de uma lacuna: a necessidade de compreender a real extensão e complexidade do complexo rupestre, indo para além do vale do Tejo (entendido de forma estrita) e procurando contribuir para um inventário da arte rupestre da bacia tagana, necessariamente no seu contexto supranacional.


São desenvolvidas prospecções para montante dos afluentes, bem como nas cristas quartzíticas e aprofundadas as abordagens dos contextos arqueológicos da região que permitiram a construção de um modelo interpretativo mais diretamente relacionado com os demais vestígios das ocupações humanas. A integração da totalidade do registo, e não apenas alguns contextos selecionados, é extremamente importante. Neste momento, são conhecidas cerca de 1650 rochas com cerca de 7000 figuras em todo o Complexo Rupestre que se estende desde o Vale do rio Ocreza até ao vale do rio Erges. O vale do Ocreza destaca-se pela presença da única figura de cronologia paleolítica [mais antiga] de todo o Complexo Rupestre, e por ser o único núcleo estruturalmente preparado para visitas ao público. 
As atividades da Unidade de Arte Rupestre decorrem no edifício 2 do Museu de Mação [antiga Escola Primária de Mação], usufruindo da equipa executiva do Instituto Terra e Memória/Museu de Mação e do trabalho integrado dos alunos dos Mestrados leccionados nas mesmas instalações.


A Unidade de Arte Rupestre tem o seu programa e objectivos estruturados em articulação com os centros de investigação parceiros: o Grupo de Quaternário e Pré-História do Centro de Geociências da Fundação para a Ciência e Tecnologia, o Centro Europeu de Investigação de Pré-História do Alto Ribatejo, o Centro de Interpretação de Arqueologia do Alto Ribatejo e o Centro de Pré-História do Instituto Politécnico de Tomar.

  • DSC_0008
  • DSC_0011
  • DSC_0033
  • DSC_0035

  • DSC_0039-2
  • DSC_0043
  • Untitled-1
  • Untitled-2