Unidade Laboratorial de Zooarqueologia e Tafonomia


A Unidade Laboratorial de Zooarqueologia e Tafonomia (ULZT) é parte integrante dos serviços de investigação do Museu de Arte Pré-Histórica de Mação, estando enquadrada na linha de investigação “Paleoambientes e Comportamento Humano” do Instituto Terra e Memória.
O seu programa e objectivos foram estruturados em articulação com outros centros de investigação e parceiros, numa óptica de investigação em rede, nomeadamente:


• Instituto Politécnico de Tomar;
• Grupo de Quaternário e Pré-História do Centro de Geociências (uI&D 73 – FCT) da Universidade de Coimbra;
• Centro Europeu de Investigação da Pré-História do Alto Ribatejo;
• Centro de Interpretação de Arqueologia do Alto Ribatejo;
• Centro de Estudos Politécnicos de Mação.

Sendo a investigação da ULZT desenvolvida no Museu de Arte Pré-Histórica de Mação e no Instituto Terra e Memória, a actividade da Unidade Laboratorial decorre em estreita articulação com diversos programas de formação académica, instituições de investigação e ensino neles envolvidos, como forma de integrar os alunos no quadro de investigação científica e socialização do conhecimento científico, assim como auxiliar nos seus trabalhos de formação e dissertações:


• Mestrado Erasmus Mundus em Arqueologia Pré-Histórica e Arte Rupestre;
• Mestrado em Técnicas de Arqueologia;
• Doutoramento Erasmus Mundus em Quaternário;
• Doutoramento Inter-universitário em Património

A Unidade Laboratorial apresenta como áreas de pesquisa estudos zooarqueológicos (anatomia, taxonomia, demografia, biometria), tafonómicos (modificações pré e pós-deposicionais em superfícies ósseas) e experimentais actualistas, multidisciplinares, focados na obtenção de dados que permitam aprofundar análises tafonómicas. Estes têm sido enquadrados em problemáticas de pesquisa mais abrangentes, nomeadamente:


• Transição entre os últimos grupos de caçadores-recolectores holocénicos e as primeiras economias agro-pastoris do sudoeste da Península Ibérica;
• Desenvolvimento e maturação das primeiras economias de produção do sudoeste da Península Ibérica, através da análise da componente arqueofaunística;
• Realização de trabalhos de arqueologia experimental e preparação de uma colecção de referência experimental englobando indicadores tafonómicos antropogénicos (processamento e consumo) e da acção de outros animais (consumo);

Os resultados destas actividades são difundidos a público especializado através de publicações e comunicações científicas, e a público não-especializado, através da organização e participação em workshops ou outras acções de formação, em estreita colaboração com os Serviços Educativos do Museu de Arte Pré-Histórica de Mação.
A Unidade Laboratorial está localizada no edifício 2 do Museu de Arte Pré-Histórica de Mação, no Laboratório de Quaternário e Tecnologia Lítica, usufruindo da equipa do Instituto Terra e Memória. A ULZT funciona em semi-permanência durante o horário oficial do Museu de Arte Pré-Histórica de Mação, fora deste horário funciona de acordo com a presença dos seus investigadores responsáveis ou colaboradores aos quais foi autorizada a permanência.
Para além da colaboração com o Laboratório de Arqueozoologia e Paleontologia instalado no Centro de Pré-História do Instituto Politécnico de Tomar que, mediante contacto, poderá facultar componentes da sua colecção osteológica de referência e outros materiais laboratoriais, a ULZT tem acesso aos seguintes equipamentos:


• Computador para arquivo geral de informação e impressora multi-funções;
• Equipamento fotográfico;
• Biblioteca especializada em estudos arqueofunísticos;
• Pequena colecção osteológica de referência;
• Colecção osteológica experimental de referência (marcas de corte decorrentes de processamento, fracturação antropogénica de ossos longos em diversas condições);
• Equipamentos de microscopia.